18.6.13

A vida continua.



Cinco meses se passaram. Não fiz muita coisa exteriormente, mas trabalhei muito o meu interior. Foram meses de montanha-russa emocional, sinto que não estou no chão ainda. Acabou que o ano não foi como eu esperava até agora. Normal, é um erro comum do ser humano esse de criar tantas expectativas...
Apesar de tudo, sou feliz com quem eu me tornei. A gente tem que se valorizar acima de tudo, sabe? Mesmo que ninguém mais valorize. Se não, levantar da cama todo dia não faz sentido. A vida continua.
Fazer dezenove anos foi um baque com muito riso e choro misturado, mas não adianta brigar com o tempo. Assim como não adianta brigar pra ele logo trazer paz ao coração. Não foi dessa vez, de novo. Talvez eu não esteja fadada a essa coisa à dois. Talvez eu tenha que simplesmente aceitar que coisas boas acontecem com pessoas ruins e vice e versa. Mas ah! Não deveria reclamar por uma coisa tão pequena. Não dá pra ter o pacote completo. Quantas pessoas já não foram embora antes? É da natureza delas.

Se eu tô nessa posição, é pra eu estar. Sempre acreditei que tudo acontece por algum motivo e que deve haver um plano bem maior pra mim por aí. Enquanto isso, vou convivendo com as minhas fraquezas dando o melhor de mim enquanto espero alguém que esbarre aqui sem querer e acabe gostando de ficar.

A dor é a maior prova de que você é uma alma e não só um corpo. Mesmo que te humilhem, que te enganem, que tentem te machucar... Lembre-se: você é um pássaro.

Você é um pássaro que sabe voar. Ergue tua cabeça e continua.



Zelo feat. Cícero by Wado on Grooveshark

2 comentários :